Acelera Foz terá reunião mensal com a comunidade


O Programa Acelera Foz realizará reuniões mensais com organizações da sociedade civil organizada e instituições do poder público para apresentar a evolução das ações e metas. A resolução foi aprovada em reunião do Grupo de Coordenação Estratégica, realizada nessa sexta-feira, 7, com participantes presenciais e por videoconferência.

A demonstração para a comunidade dos resultados alcançados acontecerá em sessões plenárias do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), colegiado instituído por lei municipal e que reúne representantes de 32 instituições, governos, universidades e órgãos de classe. Os encontros também serão abertos à imprensa.

“Serão plenárias de prestação de contas do Acelera Foz”, enfatizou o presidente do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), Danilo Vendruscolo. “As instituições atuantes no programa poderão expor à comunidade iguaçuense o andamento dos projetos, os benefícios para a cidade e outras informações relevantes para a população”, expôs.

Os resultados do programa, a serem divulgados publicamente, estão dispostos em ferramentas de gestão implantadas pelo Acelera Foz. São dados e indicadores vinculados à matriz de responsabilidades, instrumento elaborado pelo Grupo de Coordenação Estratégica, que fixa o papel de cada instituição para a execução de ações em sete eixos de desenvolvimento.

Campanha de turismo

Na reunião de coordenação do Programa Acelera Foz, foi aprofundada a discussão em torno da campanha de mídia para promover o turismo de Foz do Iguaçu, que pretende atrair visitantes e contribuir com a retomada econômica da cidade. A iniciativa é coordenada pela Itaipu Binacional, juntamente com a Gestão Integrada do Turismo.

Reunião da coordenação do Programa Acelera Foz – foto Assessoria

Detalhes da campanha, já em desenvolvimento, foram apresentados pela superintendente de Comunicação Social e chefe da Assessoria de Turismo da Itaipu, Patrícia Iunovich, e pelo gerente da Divisão de Imagem Institucional da empresa, Daniel Reis. A divulgação da diversidade do destino enfatizará acolhimento e segurança ao turista.

“A ideia é mostrar para o turista que Foz do Iguaçu está pronta para recebê-lo”, frisou Patrícia. “A proposta tem como base as discussões acumuladas entre as instituições que operam no turismo. É uma ação para benefício da cidade, que conta com a união de todos os parceiros”, destacou.

Outras pautas

Secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla explanou sobre a lei federal que extinguirá o adicional de US$ 18 da tarifa de embarque internacional nos aeroportos, que incide no bilhete pago pelo passageiro. É um pleito do turismo de Foz do Iguaçu defendido junto ao governo federal, lembrou. Piolla também falou da necessidade de rever o regime de hub do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz).

O consultor do Sebrae Luiz Marcelo Padilha detalhou o cronograma e a metodologia para a implantação do escritório de atração e recepção de investimentos de Foz do Iguaçu. Uma consultoria presta apoio aos atores que estão à frente da proposta. O planejamento prevê a conclusão do plano para o modelo de negócios em setembro, de acordo com Luiz.

O Grupo de Coordenação Estratégica do Acelera Foz também recebeu informações atualizadas sobre o novo Porto Seco Trimodal de Foz do Iguaçu, apresentadas pelo presidente do POD, Danilo Vendruscolo. Pelo calendário, o modal rodoviário do novo centro aduaneiro deverá operar em dezembro de 2022, apontou Danilo.

O diretor de Negócios e Inovação do Parque Tecnológico Itaipu (PTI), Rodrigo Régis de Almeida Galvão, apresentou balanço do edital Inovação Corporativa, que compõe o Acelera Foz. Foram 25 propostas, entre as quais 15 foram pré-classificadas e 5 serão selecionadas. Elas apresentaram soluções nas áreas de: covid-19, agronegócio, energia, turismo e cidades.

Programa

Parte do plano de retomada econômica da cidade, o Acelera Foz tem a coordenação estratégica do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Itaipu Binacional, PTI, Prefeitura de Foz do Iguaçu, Sebrae, POD, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (ACIFI) e Conselho Municipal de Turismo (Comtur).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *